O pouco que aprendi aos vinte e poucos

    1. Pessoas mudam de opinião. Pessoas mudarão de opinião.
    2. Você muda de opinião. Você mudará de opinião.

  1. As verdadeiras lições de vida são aprendidas depois de sofrer. Ninguém aprende com os erros dos outros pois sempre pensamos “comigo é diferente”.
  2. Relacionamentos são frágeis.
  3. Pessoas estão sempre dispostas a falar e quase nunca a ouvir. Discussões de bar, debates, ou similares, resumem-se a um jogo onde as pessoas falam tudo que pensam, não ouvem o outro e “ganha” aquele que tiver mais energia e paciência. É por isso que em muitas discussões existe um momento no qual ninguém discute mais sobre o mesmo assunto.
  4. As pessoas identificam-se somente com seus êxitos. É preciso ter sucesso para estar minimamente satisfeito.
  5. Pessoas gostam de falar das outras. E, em geral, é para colocar o outro em uma posição inferior. Ninguém gasta horas no bar falando bem de alguém. Mas mal! Gastam a noite inteira!
  6. Pessoas precisam falar dos defeitos, dos fracassos, dos erros dos outros para se esquecerem dos próprios defeitos, fracassos e erros.
  7. Atualmente preocupa-se mais em aparentar ser feliz do que realmente ser feliz.
  8. Não existe felicidade de propaganda de margarina.
  9. Tristeza não tem fim. Felicidade sim.
  10. As pessoas não são tão felizes quanto dizem no Facebook.
  11. Você vai envelhecer.
  12. Não é errado desistir de um sonho.
  13. Você não é capaz de ter qualquer profissão que desejar.
  14. Você se parece mais com seus pais do que imagina.
  15. Não há nada nessa vida que a gente não se acostume. Nada.
Anúncios

3 comentários sobre “O pouco que aprendi aos vinte e poucos

  1. Guilherme Santos disse:

    Concordo com quase todos os argumentos exceto o 14. Não é errado desistir de um sonho.

    Acredito que um homem é do tamanho de seus sonhos, e morre quando eles se vão.

    Curtir

  2. Marina Fraguas Barçante disse:

    Concordo com o comentário acima Sei que você aprendeu muito mais que isso, mas estava com preguiça de escrever e, muita coisa que a gente aprende, não afirmamos. Muito morre com a gente, como se fosse uma autodefesa para sobrevivermos neste mundinho composto por todos os itens da sua lista, exceto o 14.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s